CIDADES PEQUENAS, PESSOALIDADE E FAMÍLIA NA PERSPECTIVA DO ARMÁRIO GAY

  • Bruna Silva Araújo Doutoranda em Antropologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).
  • Fernanda Maria Vieira Ribeiro Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA).

Resumo

O presente artigo visa a discutir e problematizar as cidades pequenas localizadas na região Norte do Estado do Ceará, em específico, localizadas nos arredores da cidade de Sobral/Ceará. A discussão sobre cidade proposta neste artigo perpassa os conceitos de pessoalidade e família a partir da metáfora: estar “dentro ou fora” do armário gay. O propósito é entender as cidades natais de jovens universitários(as) por meio de suas experiências e histórias de vida. Desta forma, entende-se o armário gay como uma situação que gera experiências citadinas conflituosas para àqueles(as) que vivenciam sexualidades dissidentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Silva Araújo, Doutoranda em Antropologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).
Doutoranda em Antropologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).
Fernanda Maria Vieira Ribeiro, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA).
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA). 

Referências

AGIER, Michel. Antropologia da cidade: lugares, situações e movimentos. São Paulo: Terceiro Nome, 2011.

DEBERT, Guita. Problemas relativos à utilização da história de vida e da história oral. In: CARDOSO, Ruth (Org). A aventura antropológica. São Paulo: Paz e Terra, 2004. p.141-156.

FOUCAULT, Michel. A história da sexualidade: a vontade do saber. Rio de Janeiro: Graal, 1988.

______. Em defesa da sociedade: curso no Collége de France (1975-1976), São Paulo: Martins Fontes, 2000.

FREITAS, Isaurora Cláudia de; MENEZES, Kímbelly Luisa Braga. Moradia e transporte estudantil: a experiência dos universitários da região Norte do Ceará. Essentia, Sobral, ano 9, n. 2, p. 103-119, 2008.

FREITAS, Isaurora Cláudia de. Repúblicas estudantis: a forma mais autêntica de viver o jeito universitário. In: FREITAS, Nilson Almino; FREITAS, Isaurora Cláudia Martins de; MOTA, Francisco Alencar (Orgs). Olhares sobre o Norte do Ceará: a contribuição das Ciências Sociais. Sobral: Edições Universitárias, 2012. p.13-33.

FREITAS, Isaurora Cláudia de; BRAGA, José Ricardo Marques. Os universitários viajantes: suas práticas e sociabilidades. O público e o privado, n. 23, p.91-110, 2013.

GOLDMAN, Marcio. Jeanne Favret-Saada, os afetos, a etnografia. Cadernos de Campo, v.13, n. 13, p.149-153, 2005.

______. Alteridade e experiência: Antropologia e teoria etnográfica. Etnográfica, v.10, n.1, p.161-173, 2006.

KOFES, Suely. Experiências sociais, interpretações individuais: histórias de vida, suas possibilidades e limites. Cadernos Pagu, Campinas, v. 3, p.117-141, 1994.

MISKOLCI, Richard. A Teoria Queer e a Sociologia: o desafio de uma analítica da normalização. Sociologias, v.11, n.21, p.150-182, 2009.

______. Estranhando as Ciências Sociais: notas introdutórias sobre a Teoria Queer. Revista Florestan Fernandes., v. 1 n. 2, p.8-25, 2014.

OSTERNE, Maria S.; FROTA, Maria H. (Orgs). A família em sua multiplicidade de formas e sentidos. Fortaleza: Ed. EDUECE, 2004.

SARTI, Cynthia. A família e a individualidade. In: CARVALHO, M. (Org.). A família contemporânea em debate. São Paulo: EDUC – Cortez, 1995. p.39-49.

SCOTT, Parry. Famílias brasileiras: poderes, desigualdades e solidariedades. Recife: Ed Universitária da UFPE, 2001.

SEDGWICK, Eve Kosofsky. A epistemologia do armário. Cadernos Pagu, v.28, p.19-54, 2007.

SILVA, Maria Joseli. Cultura e territorialidades urbanas – uma abordagem da pequena cidade. Revista de História Regional. v.5, n.2, p.9-37, 2000.

SIMMEL, Georg. As grandes cidades e a vida do espírito. Mana, v.11, n.2, p.577-591, 2005.

______. Sociologia. São Paulo: Ática, 1983.

Publicado
2021-08-13
Como Citar
Bruna Silva Araújo, & Fernanda Maria Vieira Ribeiro. (2021). CIDADES PEQUENAS, PESSOALIDADE E FAMÍLIA NA PERSPECTIVA DO ARMÁRIO GAY. Revista Homem, Espaço E Tempo, 15(1), 83-96. Recuperado de //rhet.uvanet.br/index.php/rhet/article/view/491